AREP: 35 anos ao serviço dos Associados

A AREP completou, a 18 de Junho, 35 anos de vida.

Tal como em 2020, não pôde, por efeitos da pandemia, promover a habitual comemoração, momento alto da vida da Associação, que, sempre em diferentes e aprazíveis locais do país, tem proporcionado a centenas de associados das várias Delegações um amistoso e animado convívio. À falta do habitual relato e fotografias desse convívio, resolvemos, este ano, trazer para as páginas do informarep breves depoimentos dos Presidentes das nossas empresas patronas, a EDP e a REN, e de vários dirigentes, voluntários e associados, que muito valorizam esta edição e a quem agradecemos, e fotografias de convívios anteriores. Estamos esperançados em retomar essa comemoração em 2022.

EDP: particular atenção à criação da AREP

Terão sido os engenheiros Herculano Campos e Fausto Costa1, então Administradores da EDP, quem, pela 1.ª vez, sugeriu a criação de uma associação de reformados da EDP. Esta viria a acontecer em Assembleia Constituinte2, realizada a 8 e 9 de janeiro de 1986, na Delegação de Lisboa do Clube EDP, na Av. Ca-  sal Ribeiro 50, com a participação de representantes deste e das futuras delegações da Associação.

O próprio relatório de exercício da EDP de 1986, incluía este parágrafo sobre a AREP: “De entre o apoio prestado a esta [Clube de Pessoal] e outras organizações circum-em-presariais, realça-se ainda a particular atenção dispensada à criação da AREP, Associação dos Reformados da Electricidade de Portugal.”

Foram aprovados nessa Assembleia os estatutos e eleita a Comissão Instaladora da que viria a ser a AREP – Associação de Reformados e Pensionistas da EDP (desde novembro de 2015 Associação de Solidariedade Social dos Trabalhadores e Reformados da EDP e da REN), que tomou desde logo posse e promoveu, no ano seguinte, eleições para os seus Órgãos Sociais.

Embora, ao longo dos anos, os seus estatutos tenham vindo a sofrer alguns ajustamentos, mantiveram sempre como objetivos “apoiar social e culturalmente os associados e respetivos cônjuges ou equiparados, nos domínios da Solidariedade Social, Saúde e Cultura”.

Vários programas têm vindo a dar corpo ao apoio aos associados com dificuldades x de vária ordem: apoio continuado, apoio médico ao isolamento, tele-assistência, contactos de conforto, cartões de compra, etc. Mas também, do ponto de vista cultural e convivial, a AREP tem promovido ou apoiado muitas iniciativas, infelizmente interrompidas pelo covid-19: sessões culturais, visitas, passeios, viagens, convívios. E há ainda os protocolos através dos quais os Associados poderão ter acesso a diversos produtos e serviços a preços vantajosos.

Tudo isto assegurado pelo trabalho generoso de muitos voluntários que têm na sua atividade uma forma de continuarem ativos e úteis e manterem um sempre salutar convívio.

1 Em entrevista ao informarep (nº 6, de junho de 2009,) ele próprio o afirma: “a arep nasceu de iniciativa minha, agregando colaboradores diversos. Em conjunto estruturámo-la, elaborámos os estatutos e submetemo-los à apreciação superior.”

2 Estiveram presentes na mesma:

Representantes das Delegações: Adriano Caulino de Matos, José Lemos Sanches, José Braga de Beires*, José Monteiro Ralha* (Porto); Adriano de Almeida Melo, António Adelino Carranca*, Eduardo Vieira Ascenso, João Lopes*, Manuel Duarte (Coimbra); António Máximo Alves Esteves*, Francisco da Costa Cardoso*, José Fagulha Vaz, José Francisco Raimundo*, Luiz Oliveira Gravata, Manuel Vaz Nascimento (Lisboa); Augusto Gaspar Gonçalves, Horácio Carvalho Raposo*, Isidro de Jesus Ferrão, Manuel Rui Carvalho* (Setúbal).

Representantes do Clube de Pessoal: António Geraldo Taborda, Carlos Manuel Antunes Fernandes, Domingos Alves Mendes, Feliciano José Filipe, Fernando Antunes Castelo, Fernando Parelho Rosa, Gabriel Fortunato Fonseca, Joaquim Victor Marinho, Jorge Fernandes Vieira, José Carlos Frazão Luís, José Eduardo  Galeão, Laurindo Ferreira Pinto, Manuel Castro Matono, Manuel Barroso Pereira, Manuel Ferreira Casaca, Manuel Laranjeira Veiga e Manuel Pereira Mendes.

E ainda Francisco Xavier Tinoco, dos Serviços Jurídicos da EDP.

* Membros da Comissão Instaladora, coordenada por Francisco da Costa Cardoso.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top